Home Notícias Infraestrutura Investimentos de infraestrutura terão incremento de 25% este ano no País

Mídias Sociais

Facebook Twitter RSS Feed 

Newsflash

CUT diz que irá às ruas para defender réus do mensalão

O novo presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas, 46, diz que pode levar às ruas a força da maior central sindical do país para defender os réus do mensalão, que começarão a ser julgados pelo Supremo Tribunal Federal em agosto.

Leia mais...
Follow us on Twitter

Quem está on-line

Nós temos 54 visitantes online
Banner
Banner
Investimentos de infraestrutura terão incremento de 25% este ano no País PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcio Leal   
Ter, 31 de Janeiro de 2012 22:24

O Brasil terá R$ 47,7 bilhões para infraestrutura este ano, o que representa um incremento de 25% em relação ao ano anterior. Até o ano de 2015, o governo prevê investimentos de R$ 1,2 trilhão no setor, que será impulsionado pela realização da Copa 2014. As informações foram apresentados pelo senador Walter Pinheiro (PT-BA), nesta segunda-feira (30), no InfraBrasil Expo&Summit 2012, em São Paulo.

O congresso aborda os principais temas ligados à área de Infraestrutura, seus entraves e gargalos, estruturas regulatórias e soluções e tecnologias para o setor que hoje é considerado decisivo para o crescimento e expansão do Brasil.

Relator do Plano Purianual 2012-2015 no Congresso Nacional, Pinheiro destacou que o PPA prevê investimentos significativos em energia, petróleo e gás, mobilidade urbana nas grandes cidades e ampliação do programa Minha Casa, Minha Vida. “Até 2015, também teremos um grande aporte de recursos para melhorar nossos transportes ferroviário, marítimo, hidroviário e rodoviário”, completou o parlamentar, que representou a Comissão de Infraestrutura do Senado no evento.

O senador lembra que o setor contará também com investimentos das estatais. “Somente em 2012, serão R$ 106,8 bilhões”, afirma Pinheiro, para quem a realização da Copa 2014 é uma janela de oportunidades e deixará um legado para além dos jogos. “Podemos aproveitar o grande evento internacional para dotar nossas cidades de equipamentos que atendam as necessidades da população por muitos anos – essa é a grande questão”, concluiu.

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, também participou da abertura do evento. Em seu discurso, ela apresentou os progressos obtidos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). “Em 2012, o Brasil será um dos poucos países que crescerá mais do que em 2011 e com taxas de inflação ainda menores. A perspectiva é de que cresçamos 4,5 ou 5%, com base na continuidade do mix de políticas fiscal e monetária aplicadas em 2011, que objetivam garantir nosso crescimento sustentável”, afirmou Miriam.

Fonte: PT Bahia, em 31/01/2012

 

LEIA TAMBÉM:

Última atualização em Qua, 01 de Fevereiro de 2012 09:25
 
 
Banner
Banner