Home Notícias Eleições 2012 Pesquisa aponta Jonas Marins na liderança com Inês em segundo em Barra Mansa (RJ)

Mídias Sociais

Facebook Twitter RSS Feed 

Newsflash

Congresso aprova LDO que fixa salário mínimo em R$ 667,75 e entra em recesso parlamentar

O Congresso Nacional aprovou ontem o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO-2013) que aumenta a capacidade de investimentos públicos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para o próximo ano, fixados em R$ 45,2 bilhões, mais do que os R$ 44,2 bilhões do orçamento de 2012. Além disso, no texto aprovado, o salário mínimo, atualmente em R$ 622,00, é previsto para R$ 667,75 em 2013. Antes de passar pelo plenário, a LDO foi aprovada pela Comissão Mista de Orçamento (CMO), depois de um acordo entre governo e oposição.

Leia mais...
Follow us on Twitter

Quem está on-line

Nós temos 15 visitantes e 1 membro online
  • SeoOvase
Banner
Banner
Pesquisa aponta Jonas Marins na liderança com Inês em segundo em Barra Mansa (RJ) PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcio Leal   
Dom, 03 de Junho de 2012 19:54

Diante do resultado da pesquisa feita pela agência MIND PESQUISAS, Barra Mansa parece caminhar, mais uma vez, para uma eleição disputada por três nomes, ou melhor, três grupos políticos. Mas a verdade é que, até agora, são cinco nomes que já se apresentaram como pré-candidatos, são eles: Jonas Marins (PCdoB), Inês Pandeló (PT), Zé Renato (PMDB), Tuca (PR) e Paulo Cosenza (PSDB).

Faltando pouco mais de quatro meses para as eleições, esse é o quadro atual, mas como Barra Mansa conta com uma campanha historicamente aguerrida e com programa eleitoral gratuito na BAND, muita coisa pode mudar. Ou não. O que vale é a vontade do eleitor. Mas por essa particularidade, a briga fica ainda mais acirrada entre os partidos políticos, pois tem mais tempo de TV a coligação que tiver mais partidos envolvidos. E mais, levando em conta que em apenas dois anos teremos eleições para governador, vários políticos que pleiteiam esse cargo vão expor suas diferenças nas telinhas dos barramansenses para milhares de pessoas. Os cinco pré-candidatos - caciques de seus partidos já anunciam uma pré-disputa para a próxima eleição, como é o caso do ex-governador Garotinho pelo PR, o atual vice governador Pezão pelo PMDB e o senador Lindberg Farias do PT. Mas, como o que interessa agora são os resultados das eleições municipais, ao que tudo indica, em Barra Mansa, se as eleições fossem hoje, o atual prefeito - pré-candidato a reeleição, teria grandes dificuldades para se reeleger, como o leitor poderá conferir nos quadros da pesquisa.

Este ambiente político é comprovado em mais uma a amostra da mesma pesquisa publicada ontem, quando os barramansenses consideraram negativa a atuação e a gestão do atual governo municipal. Fazendo um cruzamento das informações mostradas ontem e as de hoje, a percepção que se pode ter é de que, mais uma vez, a eleição será polarizada entre três grupos. Um deles é o grupo que está no poder a quase 12 anos: o do atual prefeito Zé Renato (PMDB) eleito em 2008 com 39% dos votos da cidade. Agora, tenta a reeleição. A maior liderança desse grupo é o ex-prefeito Roosevelt Brasil, que tentou uma vaga de deputado estadual nas últimas eleições e não conseguiu se eleger, ficando na quinta suplência.

O segundo grupo é representado pela deputada estadual Inês Pandeló (PT), que foi eleita em 1996 com 40% dos votos da cidade. Foi prefeita da cidade de 1997 e 2000 e é candidata ao cargo pela quarta vez. Seu partido aposta na aprovação do Governo da Presidente Dilma para alavancar sua candidatura.

Jonas Marins (PCdoB) é o candidato do terceiro grupo. Ele já foi candidato a prefeito em 2008, quando obteve 10.400 votos e a deputado federal em 2010, recebendo 22.418 votos. Seu partido aposta todas as fichas em sua eleição. Sua candidatura está entre as 10 prioridades em todo país.

Em um segundo pelotão, Paulo Cosenza (PSDB) - juiz aposentado, conta com o apoio de Luiz Amaral, prefeito por três vezes de Barra Mansa. Com o discurso da novidade, Cosenza se candidata pela primeira vez.

O quinto candidato é Tuca (PR), que nas eleições de 2004 foi candidato a vice na chapa encabeçada por Guto Nader. Seu grande trunfo nessas eleições é o apoio do deputado federal e ex-governador Garotinho.

E SE OS CANDIDATOS FOSSEM ESTES, EM QUEM VOCÊ VOTARIA?

A agência MIND PESQUISAS, ainda apresentou um segundo cenário eleitoral com a simulação da retirada do nome do pré-candidato Tuca (PR). O cenário pouco foi alterado. Jonas Marins (PCdoB) continua na liderança, agora com 27,6%; seguido por Inês Pandeló (PT) com 25,5%; Zé Renato (PMDB) com 18,9% e em quarto, Paulo Cosenza (PSDB) com 1,8%. Os que se declaram indecisos são 13% e outros 13,2% dos eleitores pesquisados afirmam que vão votar em branco ou nulo.

POSSIBILIDADE DE VOTO*

A VOZ DA CIDADE perguntou ainda aos e- leitores qual a possibilidade de voto em cada pré-candidato. Foram cinco as possibilidades de escolha possíveis oferecidas aos eleitores: com certeza votaria nele, provavelmente votaria nele, talvez votaria nele, dificilmente votaria nele e não votaria nele de jeito nenhum.

Novamente o quadro se repete e a ordem da preferência popular não se altera. Somando os itens positivos das possibilidades de voto da pergunta (com certeza votaria nele, provavelmente votaria nele), Jonas Marins (PCdoB) recebe o maior índice: 32,4 %. Inês Pandeló (PT) segue em segundo com 31 % e Zé Renato (PMDB) continua em terceiro com 22,5 %. Na quarta colocação, Tuca (PR) tem 6,5 % e na sequência, Paulo Cosenza (PSDB) aparece com 4,5 %.

A opinião dos pré-candidatos

Equipe da VOZ DA CIDADE ouve os políticos citados na pesquisa

Faltando pouco mais de quatro meses para as eleições municipais o A VOZ DA CIDADE divulga pesquisa de intenção de votos envolvendo a avaliação dos eleitores perante os nomes dos cinco pré-candidatos a prefeito: Zé Renato (PMDB), Inês Pandeló (PT), Jonas Marins (PCdoB), Paulo Cosenza (PSDB) e Tuca (PR).

Na abordagem de campo realizada pela agência MIND Pesquisas, entre os dias 16 e 18 de maio, foram entrevistadas mil pessoas, todos a partir de 16 anos de idade e divididos entre as 14 micro-regiões sócios-geográfica-econômicas.

Com margem de erro de 3,1% e intervalo de confiança de 95%, além de levantar as intenções de voto em cenários eleitorais diferentes e das possibilidades de votos de cada um dos pré-candidatos, a pesquisa também mediu a rejeição dos mesmos.

Diante desses dados, o VOZ DA CIDADE ouviu os pré-candidatos, que comentaram sobre suas posições na corrida eleitoral de acordo com a opinião popular medida na pesquisa.

REJEIÇÃO ESTIMULADA

Para entender um pouco mais dos números das intenções de votos dos moradores de Barra Mansa, a agência MIND pesquisas perguntou: “SE as eleições fossem hoje, em qual ou quais candidatos você NÃO votaria de jeito nenhum?

Diante das respostas, pode-se entender que a maioria dos entrevistados, os mesmos que desaprovaram a administração do governo municipal e que renderam ao pré-candidato Zé Renato (PMDB) - atual prefeito da cidade, a terceira colocação nas intenções de voto; se revelaram com um alto índice de rejeição ao mesmo, o colocando em segundo lugar no quesito com 26,4%. Em rejeição, Zé Renato só perde para a ex-prefeita Inês Pandeló (PT), com 28,4%. Na terceira colocação em rejeição se encontra Tuca (PR) com 9,1%. Na sequência, Paulo Cosenza (PSDB) com 8,4% e Jonas Marins (PCdoB). Os que declaram que não rejeitam nenhum dos pré-candidatos são 25,1%, enquanto os que rejeitam todos são 9,5%.

JONAS MARINS (PC do B) – “Recebemos o resultado da pesquisa da Mind com alegria e tranquilidade. Já estávamos sentindo esse crescimento nas ruas, mas sabemos que a campanha ainda nem começou oficialmente. Vamos manter o pé no chão, pois teremos uma luta árdua pela frente. Nossos principais concorrentes têm mais recursos e são políticos tradicionais e experientes da cidade. E, embora apresentem uma rejeição muito elevada, devem ser respeitados. Essa posição atual, à frente de todos os outros candidatos, aumenta a responsabilidade e a nossa vontade de apresentar aos barramansenses um plano de governo moderno e criativo para tirar nossa cidade desse estado de paralisia. Há muito a ser feito. Temos graves problemas para resolver na Saúde, uma boa parte da cidade está completamente esburacada, nossas crianças precisam de uma melhor atenção e não dá mais pra ficarmos parados vendo nossos vizinhos atraindo empresas e se desenvolvendo. Como mostrou a pesquisa, é fácil perceber que o desejo por uma mudança significativa na prefeitura a cada dia se torne mais forte em todas as camadas da população”, comemorou Jonas.

INÊS PANDELÓ (PT) – “O PT mudou o rumo do Brasil nos últimos 12 anos. Nosso país cresceu social e economicamente com as políticas implementadas pelo ex-presidente Lula, e agora com a presidente Dilma Rousseff. O Estado do Rio de Janeiro tem sido signatário deste desenvolvimento, assim como as cidades da região como por exemplo Piraí, Volta Redonda, Porto Real, Resende e Itatiaia. Barra Mansa também pode acompanhar este desenvolvimento, com geração de empregos, atração de investimentos, educação e saúde de qualidade, assim como outros serviços públicos essenciais à população. A cidade tem a grande oportunidade de crescer. Lula e Dilma mostraram que o PT é bom para o Brasil. Tenho grandes expectativas de voltar a governar esta cidade. Desta vez,com uma mulher do meu partido na Presidência da República e com mais experiência, sei que posso fazer muito mais. Barra Mansa precisa entrar na rota do desenvolvimento do país. Nossa gente merece ser tratada com respeito e dignidade”, disse a parlamentar.

ZÉ RENATO (PMDB) – A equipe do jornal A VOZ DA CIDADE entrou em contato com todos os pré-candidatos citados e com suas respectivas assessorias de imprensa e, até o fechamento da edição de ontem (31/05), a assessoria do prefeito Zé Renato não retornou contato com o material referente a posição do mesmo quanto a pesquisa.

ANTÔNIO CÉSAR, O TUCA (PR) – “Nesse momento temos fatos novos que irão influenciar, e muito, nas eleições, mas desde o inicio estamos confiantes pois acreditamos que os eleitores de Barra Mansa já estão cansados das mesmas ‘figuras’ na política e desejam agora mudanças. A pesquisa do MIND mostra hoje somente o atual retrato da opinião da população, mas esse quadro muda a cada dia e ainda vai mudar muito ao longo da corrida eleitoral. Quando a gente vê numa pesquisa que 65% dos eleitores ainda estão indecisos, podemos perceber que a população de Barra Mansa está cansada de votar sempre nas mesmas pessoas e que elas desejam mudanças. As pessoas que são apontadas como ‘preferidas’ na pesquisa estão na mídia, no dia a dia das notícias, mas teremos tempo de mostrar o nosso trabalho para todos e reverter esse quadro. Vamos mostrar a população que Barra Mansa tem solução e que esse é um quadro que já estava dentro do que nós esperávamos, mas estamos otimistas quanto as mudanças”, defendeu Tuca.

PAULO COSENZA (PSDB) – “Acho importante esse tipo de pesquisa e iremos fazer a nossa em breve também, pelo IBOPE. É necessário mostrar o que realmente pensa a população, mas acredito que diante os últimos acontecimentos no nosso município muitas mudanças irão acontecer. No período pré-eleição é comum que a mídia e os próprios pré-candidatos se orientem através de pesquisas, mas acreditamos que o cenário eleitoral hoje é como uma fotografia, que a cada dia irá mostrar diferenças, ora positiva, ora negativa para alguns, e em outubro o resultado final. Essas pesquisas também são importantes para que nós pré-candidatos possamos nos orientar dos anseios da população e do ponto fraco dos nossos ‘adversários’. Outro ponto que vale lembrar é que nas últimas quatro eleições várias pesquisas também foram apontadas pelas mídias e os candidatos então bem cotados nas mesmas não venceram e o quadro virou. Acho que a síntese da campanha é ter consciência que a população de Barra Mansa hoje quer mudanças e um governo de qualidade, e estamos confiantes para os próximos cinco meses”, concluiu o juiz aposentado Paulo Cosenza.

Fonte: A Voz da Cidade, em 01/06/2012

 

LEIA TAMBÉM:

 
 
Banner
Banner