Home Notícias Eleições 2012 Eleições 2012: Patrus quer criar centro de referência da juventude em Belo Horizonte

Mídias Sociais

Facebook Twitter RSS Feed 

Newsflash

Brasil e UE farão reunião técnica em outubro

A presidente Dilma Rousseff deu um empurrão nas negociações de livre comércio entre o Brasil e a União Europeia, em uma reunião de cerca de duas horas com o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso. Ambos estão em Nova York para participar da assembleia anual das Nações Unidas, que será aberta hoje.

Leia mais...
Follow us on Twitter

Quem está on-line

Nós temos 70 visitantes online
Banner
Banner
Eleições 2012: Patrus quer criar centro de referência da juventude em Belo Horizonte PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcio Leal   
Qui, 02 de Agosto de 2012 14:17

O candidato do PT à Prefeitura de Belo Horizonte, Patrus Ananias, defendeu nesta quarta-feira (1º), em campanha na Praça Sete, a instalação de um centro de referência da juventude na capital mineira. O equipamento seria integrado aos centros culturais, como forma de ampliar a oferta e o acesso às atividades que transformem espaços públicos em locais de convergência.

Patrus recebeu o apoio de jovens e entidades estudantis que lhe entregaram o documento “Arrancada da Juventude”, com uma série de motivos para apoiá-lo. Entre os presentes, havia representantes da União Nacional dos Estudantes (UNE), da União da Juventude Socialista (UJS), da União Colegial de Minas Gerais (UCMG), do Grêmio Estudantil do Estadual Central, da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES) e da União Estadual dos Estudantes (UEE).

Depois de lembrar que durante sua gestão à frente da PBH se iniciaram grandes eventos culturais na cidade como o Festival Internacional de Teatro (FIT) e o Festival de Arte Negra (FAN), Patrus assinalou que pretende implementar ações voltadas para a juventude em dimensões que tratem “da vida e da dignidade” das pessoas.

“Nada do que ocorra em Belo Horizonte será desconsiderado se voltarmos a governar a cidade. Nunca diremos que algo não será responsabilidade da prefeitura. Como exemplo, temos de pensar no problema da violência, que atinge tantos jovens”, prometeu.

Em manifesto distribuído durante o ato, a questão da insegurança foi relacionada à desigualdade econômica. “Somos o setor mais impactado pelos problemas sociais que nossa cidade enfrenta. Na educação, o impacto é direto e, na questão da violência, a juventude também é a que mais sofre, inclusive com os efeitos causados pela desigualdade econômica”, ressaltou o texto.

Os estudantes aproveitaram para levantar velhas bandeiras. “O passe livre para os estudantes é uma de nossas reivindicações”, disse Bruno Júlio, diretor da UNE. “Queremos o direito à cidade, o acesso aos espaços, com a geração de renda e empregos de qualidade”, defendeu Péricles Francisco, presidente da União da Juventude Socialista. O ato de campanha reuniu cerca de 300 pessoas e militantes do PT, do PMDB e do PCdoB.

“Estou preocupado com BH. Lembro-me de uma frase bonita de Guimarães Rosa: quando saio para dar batalha convido o meu coração. Estou com BH em meu coração”, disse Patrus, afirmando que a cidade avançou muito ao longo do tempo, mas vive agora novos desafios.

“Há questões que precisam ser enfrentadas, a violência, as drogas, a questão da mobilidade urbana”.

Fonte: PT Nacional, em 02/08/2012

 

LEIA TAMBÉM:

 
 
Banner
Banner