Home Notícias Governo Dilma Fundação Palmares e Ministério das Relações Exteriores lançam o Edital Conexão Brasil-África

Mídias Sociais

Facebook Twitter RSS Feed 

Newsflash

Revitalização da indústria naval desperta interesse mundial

A indústria naval do mundo inteiro e os fabricantes de equipamentos para o setor acompanham com interesse o mercado que mais tem se desenvolvido nos últimos anos, tanto na construção de navios como nas encomendas de sondas e plataformas para exploração marítima de petróleo, na camada pré-sal.

Leia mais...
Follow us on Twitter

Quem está on-line

Nós temos 5 visitantes e 3 membros online
  • ritaslut
  • ltocutlength
Banner
Banner
Fundação Palmares e Ministério das Relações Exteriores lançam o Edital Conexão Brasil-África PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcio Leal   
Qui, 02 de Agosto de 2012 14:32

“A partir de hoje, a sociedade civil brasileira estará mais próxima do continente que nos deu o sentido de brasilidade e de nação”. Foi com essa afirmação que o presidente da Fundação Cultural Palmares (FCP), Eloi Ferreira de Araujo, deu início à cerimônia de assinatura do Protocolo de Intenções e Programa de Parceria: Cooperação Sul-Sul Conexão Brasil-África, firmado entre a Palmares e a Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE).


Eloi Ferreira de Araujo e Marco Farani assinam o Protocolo de Intenções e Programa de Parceria: Cooperação Sul-Sul Conexão Brasil-África

O primeiro instrumento de implementação do Programa de Parceria é o Edital Conexão Brasil-África, que selecionará propostas de projetos de cooperação técnica internacional com países africanos, latino-americanos e caribenhos, para início de execução no próximo ano.

Durante a cerimônia, que aconteceu nesta quarta-feira (18), no auditório da FCP em Brasília, Eloi Ferreira de Araujo explicou que o Conexão Brasil-África, será um importante instrumento para estreitar os laços culturais entre Brasil e o continente africano. “Ao investir em cooperação técnica e capacitação, por meio do Edital, será possível intercambiar nossos saberes e tradições, além de reafirmar a riqueza da cultura brasileira”, afirmou.

Para o ministro Marco Farani, diretor da ABC/MRE, o Edital vai permitir que o Brasil assuma o papel de sistematizar suas manifestações culturais. “As propostas que irão compor o edital vão nos ajudar a fortalecer os valores culturais brasileiros e permitir a sistematização da nossa própria cultura e a sua transformação em produto, seja ele de consumo ou não”, explicou.

Prioridade

Ao ressaltar a importância do Conexão Brasil-África para o Brasil, o secretário executivo do Ministério da Cultura (MinC), Vitor Ortiz, afirmou que o Conexão Brasil-África passa a ser um dos programas prioritários do governo brasileiro. “Não há dúvida de que a cultura tem um papel muito importante em nosso país, por isso o Conexão Brasil-África passa a ser prioridade do Ministério da Cultura e do governo brasileiro”, garantiu. “Não tenho dúvidas de que será o programa da Fundação Palmares que mais investirá em cultura até 2014”, afirmou.

O embaixador do Zimbábue, Thomas Sukutai Bvuma, decano do Corpo Diplomático da África no Brasil, concordou com o secretário executivo do MinC e ressaltou que é preciso apresentar à África as transformações que a cultura africana sofreu no Brasil desde o colonialismo. “Africanos escravizados trouxeram nossa cultura para o Brasil há muitos anos. Agora, é a hora de brasileiros livres apresentarem à África as transformações sofridas e o alto nível que a cultura afro-brasileira adquiriu desde então”, disse.

Resgate cultural

Para a deputada federal Erika Kokay (PT-DF), a parceria entre a ABC e a Fundação Cultural Palmares permitirá ao Brasil resgatar sua brasilidade. “O ser humano só se identifica como tal, quando se reconhece como ser cultural e esse programa de parceria permitirá ao Brasil uma nova descoberta cultural e um mergulho em sua africanidade”, avaliou.

Josefina Serra dos Santos, secretária de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial do Distrito Federal (Sepir-DF), ressaltou que o Edital é também uma contribuição para que a Lei 10.639/2003 (que torna obrigatório o ensino de História e Cultura Afro-brasileira em todas as escolas brasileiras) seja cumprida. “Precisamos cobrar para que as determinações da Lei sejam cumpridas, pois esse é um dos instrumentos que temos para que o preconceito com os afrodescendentes e com os países do continente africano seja reduzido a cada dia”, finalizou.

Hotsite

Simultaneamente à assinatura do Protocolo de Intenções e Programa de Parceria, a Fundação Cultural Palmares lançou também um hotsite exclusivo do Edital Conexão Brasil-África. Ao acessar o endereço www.palmares.gov.br/conexaobrasilafrica, as instituições e organizações brasileiras que desejarem participar do projeto poderão visualizar o edital e os formulários necessários para a inscrição, tirar dúvidas e enviar as propostas de projetos até o dia 30 de novembro de 2012.

Fonte: Fundação Cultural Palmares, em 18/07/2012

 

LEIA TAMBÉM:

 
 
Banner
Banner