Home Governo Lula O que rolava Seminário discute avanços e desafios do Programa de Aquisição de Alimentos

Mídias Sociais

Facebook Twitter RSS Feed 

Newsflash

CUT diz que irá às ruas para defender réus do mensalão

O novo presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas, 46, diz que pode levar às ruas a força da maior central sindical do país para defender os réus do mensalão, que começarão a ser julgados pelo Supremo Tribunal Federal em agosto.

Leia mais...
Follow us on Twitter

Quem está on-line

Nós temos 52 visitantes e 1 membro online
  • Andrelwon
Banner
Banner
Seminário discute avanços e desafios do Programa de Aquisição de Alimentos PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcio Leal   
Sáb, 20 de Novembro de 2010 17:54

Desde 2003, ano de criação do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), já foram investidos R$ 3,5 bilhões nessa iniciativa. Os recursos, provenientes dos ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Desenvolvimento Agrário (MDA), se destinaram à compra de 3,1 milhões de toneladas de alimentos produzidos por agricultores familiares.

Para discutir os avanços e desafios desse programa e construir estratégias para a consolidação de políticas públicas continuadas de acesso à alimentação adequada e saudável, cerca de 800 pessoas se reúnem no III Seminário Nacional do PAA, de 24 a 26 de novembro, em Brasília. Participam representantes dos diversos segmentos da sociedade civil organizada e de gestores públicos das três esferas de governo.

O PAA foi criado a partir de uma articulação do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) com o Governo Federal. É uma ação estruturante da estratégia Fome Zero. De um lado, adquire por preço justo alimentos de agricultores familiares; de outro, distribui os produtos aos brasileiros em situação de vulnerabilidade social e alimentar. O objetivo é promover o direito humano à alimentação adequada e assegurar o princípio da soberania alimentar do País.

Presente em 2,3 mil municípios brasileiros de todas as regiões, pelo PAA cerca de 160 mil agricultores familiares por ano comercializam sua produção, que abastece em média 25 mil entidades, cerca de 15 milhões de pessoas.
O PAA pode comprar de cada produtor até R$ 8 mil por ano, por meio de convênios firmados via editais públicos e termos de cooperação. Esses alimentos são distribuídos para a rede de equipamentos públicos de alimentação e nutrição, como Restaurantes Populares, Cozinhas Comunitárias e Bancos de Alimentos; para a rede socioassistencial – creches, asilos, instituições filantrópicas – e para escolas públicas.

Os produtos também compõem estoques estratégicos do Governo Federal, que servem para complementar a alimentação de famílias em situação de vulnerabilidade social e grupos populacionais específicos, operacionalizados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O grupo gestor do PAA inclui, além do MDS e do MDA, os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), representado pela Conab; Educação (MEC), representado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE); da Fazenda (MF); e do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

A programação do III Seminário Nacional do PAA, que começa às 10h30 do dia 24, prevê ainda painéis, mesas-redondas, debates em plenário e oficinas com apresentações de experiências exitosas.

O evento é promovido pelo MDS, MDA, Mapa, Consea e Conab.

Serviço
III Seminário Nacional do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA)
Data: 24 a 26 de novembro (quarta a sexta-feira)
Horário: das 9h às 18h30 – abertura às 10h30
Local: Hotel Nacional – Setor Hoteleiro Sul, quadra 01, bloco A – Brasília (DF)
Mais informações: www.mds.gov.br/saladeimprensa/eventos/seguranca-alimentar-e-nutricional/iii-seminario-nacional-do-paa/

Fonte: Ministério do Desenvolvimento Social

 
 
Banner
Banner