Home Liberdade de Expressão Panorama da comunicação e das telecomunicações será lançado em São Paulo

Mídias Sociais

Facebook Twitter RSS Feed 

Newsflash

Lula, na nuvem

Uma nuvem humana acompanha Luiz Inácio Lula da Silva quando ele se locomove. Por vezes, a bruma se adensa, pulsa e canta, emocionada: “Lula, Lula, olê olê olê olá”. O cordão humano abraça também o candidato a prefeito de São Paulo pelo PT, Fernando Haddad, que vem logo atrás dele, rumo ao palanque.

Leia mais...
Follow us on Twitter

Quem está on-line

Nós temos 53 visitantes online
Banner
Banner
Panorama da comunicação e das telecomunicações será lançado em São Paulo PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcio Leal   
Seg, 10 de Janeiro de 2011 11:02

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e a Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação (Socicom) lançam nesta terça-feira, 11, às 8h30, a obra Panorama Brasileiro da Comunicação e das Telecomunicações. A pesquisa, uma iniciativa inédita no Brasil, será lançada no escritório da Presidência da República em São Paulo (Avenida Paulista, 2.163, 17º andar), com a participação do presidente do Ipea, Marcio Pochmann, e do presidente da Socicom, José Marques de Melo.

A obra traça um panorama do setor de comunicação e telecomunicações, estratégico para o País, que, apesar de ser muito debatido, não é objeto de muitas pesquisas por parte dos órgãos de estado. Nos três volumes do livro, foram reunidas diferentes dimensões que se complementam e ajudam na elaboração de futuras políticas públicas para o País. O estudo conta com a participação de pesquisadores renomados da comunicação no Brasil. Mestres e doutores de várias partes do País foram selecionados por meio de chamada pública para participar da pesquisa.

O primeiro volume é dividido em duas partes. A primeira traz o estudo das tendências nas telecomunicações e reúne artigos escritos exclusivamente para o livro, além de textos publicados originalmente na edição especial do Boletim Radar, do Ipea, sobre telecomunicações. A segunda parte traz artigos que oferecem um panorama das indústrias criativas e de conteúdos.

O segundo volume da obra é dedicado a resgatar a memória das associações científicas e acadêmicas de comunicação no Brasil. O texto descreve e diagnostica a produção de conhecimento nos principais segmentos da comunicação nacionalmente institucionalizados ou publicamente legitimados nesta primeira década do século XXI.

No terceiro volume, é apresentado o resultado parcial de quatro pesquisas sobre o Estado da Arte no campo da comunicação. O volume traz dados sobre o número de faculdades e cursos de pós-graduação em comunicação no país, com áreas de concentração e crescimento; sobre as profissões existentes na área e as novas habilidades necessárias para uma indústria de conteúdos e serviços digitais; e sobre as indústrias criativas e de conteúdos e os movimentos das empresas em direção ao modelo digital, além de uma comparação com outros países, possibilitando a análise das fragilidades e potencialidades do Brasil.

Veja o conteúdo da obra:

Volume 1 - Colaborações para o debate sobre telecomunicações e Comunicação

Indústrias criativas e de conteúdo: O dilema brasileiro para a integração do massivo ao popular

Comunicação Digital - diálogos possíveis para a inclusão social

1ª. Parte - Tendências Econômicas

A hora e a vez dos países-baleias

2ª. Parte - Tendências nas Telecomunicações

Neutralidade de redes na internet: democracia ou economia?

Efeitos da convergência sobre a aplicação de políticas públicas para fomento dos serviços de informação e comunicação

Tendências tecnológicas mundiais em telecomunicações

Capacitações científicas do Brasil em telecomunicações

Diferenças de escala no mercado de equipamentos de telecomunicações

Compras governamentais: análise de aspectos da demanda pública por equipamentos de telecomunicações

Balança comercial de equipamentos de telecomunicações

3ª. Parte - Panorama da Comunicação

Aspectos técnicos e econômicos da implantação da TV Digital Interativa como um modelo internacional de inclusão

Estado, Cinema e Indústrias Criativas e de Conteúdos

Comunicações na América Latina: progresso tecnológico, difusão e concentração de capital (1870-2008)

Comunicação institucional do poder público

Números impressionantes e diversidade marcam a mídia dos Brics

Novos desafios ao direito autoral no jornalismo

Volume 2 - Memória das associações científicas e acadêmicas de Comunicação no Brasil

A Emergência do Campo da Comunicação no Brasil

Socicom: associações científicas e acadêmicas em torno do papel estratégico da Comunicação

Antecedentes, desenvolvimento e desafios do campo acadêmico da Comunicação

Intercom: 33 anos de pluralismo, soberania e liberdade

A História da Compós – lógicas e desafios

Antecedentes, tendências e perspectivas da Pós-Graduação em Comunicação

Breve relato sobre a fundação da Socine, seus objetivos e primeiros anos

Pensando a Socine

A História da Forcine

A produção de conhecimento no campo do Jornalismo

SBPJOR: Uma conquista dos pesquisadores em Jornalismo

Fórum Nacional de Professores de Jornalismo- FNPJ

As origens da Semiótica no Brasil

ABES, recriação e percurso de uma associação

Economia Política da Comunicação (EPC)

ULEPICC-Brasil: a institucionalização da EPC brasileira

Evolução e perspectivas do campo acadêmico da Comunicação Organizacional e das Relações Públicas

A História da Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação

Organizacional e de Relações Públicas (Abrapcorp)

ABCiber – Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura

ALCAR: a história de um “pragmatismo utópico”

História da mídia no Brasil, percurso de uma década

Politicom: o marketing político entre a pesquisa acadêmica e o mercado profissional

Folkcom - Origens da entidade

Folkcomunicação: memória institucional

Volume 3 - Tendências na comunicação

Panorama da Produção de Conhecimento em Comunicação no Brasil

Tendências Ocupacionais e Profissionais

A Digitalização nas Indústrias Criativas e de Conteúdos Digitais

Panorama da Comunicação em 11 países da Comunidade Ibero-Americana

Fonte: IPEA, em 07/01/2011

 
 
Banner
Banner