Home Notícias Governo Dilma Economia brasileira é uma das maiores do mundo e já ultrapassa Itália

Mídias Sociais

Facebook Twitter RSS Feed 

Newsflash

Fundação Palmares e Ministério das Relações Exteriores lançam o Edital Conexão Brasil-África

“A partir de hoje, a sociedade civil brasileira estará mais próxima do continente que nos deu o sentido de brasilidade e de nação”. Foi com essa afirmação que o presidente da Fundação Cultural Palmares (FCP), Eloi Ferreira de Araujo, deu início à cerimônia de assinatura do Protocolo de Intenções e Programa de Parceria: Cooperação Sul-Sul Conexão Brasil-África, firmado entre a Palmares e a Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE).

Leia mais...
Follow us on Twitter

Quem está on-line

Nós temos 5 visitantes online
Banner
Banner
Economia brasileira é uma das maiores do mundo e já ultrapassa Itália PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcio Leal   
Sex, 04 de Março de 2011 14:10

Depois de 30 anos, o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro voltou a figurar entre os maiores do mundo. Numa lista de 16 países, o avanço de 7,5%, observado no ano passado, só foi inferior ao alcançado por chineses e indianos - 10,3% e 8,6%, respectivamente.

Com um PIB de R$ 3,675 trilhões em 2010, corresponde a US$ 2,089 trilhões, o Brasil ultrapassa a Itália no ranking do FMI, que registrou um PIB de US$ 2,037 trilhões, e torna-se a sétima economia do mundo.

Na contramão da economia brasileira, países desenvolvidos como os Estados Unidos, registrou avanço de apenas 2,9% no ano passado. Os países da União Europeia tiveram um desempenho ainda pior: a alta do PIB da região foi de 1,7% em 2010. A Alemanha, maior economia do continente europeu, cresceu 3,6%. Já a Grécia, registrou forte depressão no período (-4,5%). Outros países como a Espanha e a Itália, tiveram resultados próximos de zero.

Para o deputado José Guimarães (PT-CE), o avanço da economia brasileira só confirma o caráter estratégico da política economica do governo Lula. "Esse é o verdadeiro legado do governo do presidente Lula para a população brasileira. Ele assumiu em 2003 com o País como a 11º economia mundial, e entregou, oito anos depois, como a sétima. A nossa expectativa, pelas medidas que estão sendo adotadas pelo governo Dilma, é de que o País continue crescendo de forma sustentável e enfrentando os reais problemas que ainda precisam ser superados, que é a questão da pobreza e do desenvolvimento regional", defendeu.

Para o deputado Ronaldo Zulke (PT-RS), o desempenho da economia brasileira credencia o País para assumir um papel de destaque no cenário internacional. O parlamentar ressaltou o recorde de empregos gerados nos últimos oito anos, perto de 15 milhões de novos postos formais. "Isso reafirma a posição estratégica do Brasil no cenário mundial e nos credencia, até, para o equacionamento dos problemas sociais do planeta", disse. O parlamentar é membro da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara.

A alta do PIB de 7,5% gerou uma média de crescimento de 4 % nos oito anos do governo Lula (2003 a 2010), marca superior ao crescimento médio de 2,3% na gestão de Fernando Henrique Cardoso (1995 a 2002).

Fonte: Agência Informes, em 04/03/2011

 
 
Banner
Banner